Você está aqui: Página Inicial > PMIMF > Frentes de Atuação > Planejamento Estratégico > Notícias da Frente de Planejamento Estratégico > O processo de formulação da estratégia do Ministério da Fazenda para o período 2017-2018

Notícias

O processo de formulação da estratégia do Ministério da Fazenda para o período 2017-2018

FRENTE DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Duas rodadas de Reuniões de Análise Crítica (RACs) foram realizadas entre setembro e outubro com a rede de interface dos órgãos participantes do PMIMF.
publicado: 21/10/2016 19h05 última modificação: 02/05/2018 11h50

De acordo com o cronograma de ações da frente de planejamento estratégico do PMIMF para o segundo semestre deste ano de 2016, entre os meses de setembro e outubro foram realizadas 2 reuniões com a rede de interface do MF, 17 entrevistas individuais com dirigentes máximos dos órgãos abrangidos pelo PMIMF e 2 rodadas de Reuniões de Análise Crítica (RACs), das quais participaram diversos representantes daqueles órgãos.

Há muitos temas relevantes em discussão, com destaque para a questão da integração do negócio previdenciário ao negócio fazendário em virtude do disposto nas Medidas Provisórias números 726 e 728 de 2016.

É importante dizer que a Cadeia de Valor Integrada do MF é o referencial para discussão da estratégia ministerial. Em outras palavras, as discussões a respeito de diretrizes estratégicas e da tradução dessas diretrizes em projetos e ações são organizadas por Cadeia de Valor Finalística, quais sejam: Gestão Integrada das Políticas Econômicas; Gestão dos Créditos da Fazenda Pública; Prevenção e Solução de Litígio Tributário; Gestão Fiscal e Financiamento Público; Desenvolvimento e Proteção de Mercados Regulados; Comércio Exterior, Negociação Internacional e Integração Regional. 

A entrevista com dirigentes máximos foi realizada com o propósito de construir-se um entendimento a respeito da agenda de prioridades ministeriais.

A primeira rodada de RACs ocorreu entre os dias 22 e 30 de setembro. A pauta daquelas reuniões considerava, dentre outras coisas: a revisão da consolidação esquemática do negócio em Cadeia de Valor; a revisão da descrição textual dos processos e macroprocessos identificados na Cadeia de Valor; e a análise da suficiência das diretrizes vigentes, tendo em vista a agenda de prioridades aponta pelos dirigentes máximos dos órgãos.

A segunda rodada de RACs ocorreu entre os dias 13 e 21 de outubro. A pauta daquelas reuniões considerava, dentre outras coisas: o desdobramento das diretrizes estratégicas sugeridas na primeira rodada de RACs em projetos e ações.

Todas essas discussões serão consubstanciadas em propostas de desenho da Cadeia de Valor Integrada do MF, do Mapa Estratégico do MF e da Carteira de Projetos Estratégicos Corporativos do MF. Alguns encaminhamentos ficaram pendentes e podem surgir outra rodada de RACs para Cadeias específicas.

Finalmente, as propostas serão submetidas ao Comitê Estratégico de Gestão do Ministério da Fazenda (GEC) para deliberação em reunião a ser realizada na segunda quinzena do mês de novembro.