Você está aqui: Página Inicial > PMIMF > Frentes de Atuação > Gestão de Riscos > Notícias da Frente de Gestão de Riscos > Ministério da Fazenda promove seminário de integridade no setor público

Notícias

Ministério da Fazenda promove seminário de integridade no setor público

FRENTE DE GESTÃO DE RISCOS

Segundo a CGU, Integridade Pública deve ser entendida como o conjunto de arranjos institucionais que visam a fazer com que a Administração Pública não se desvie de seu objetivo precípuo: entregar os resultados esperados pela população de forma adequada, imparcial e eficiente.
publicado: 13/06/2017 15h15 última modificação: 13/06/2017 15h15
Exibir carrossel de imagens Imagem cedida pela ASCOM/GMF

Agir corretamente de acordo com princípios éticos. Esse conceito de Integridade, quando inserido no contexto do setor público, assume um papel muito mais amplo. É o alicerce da governança da gestão de uma instituição, abarca as atividades de estratégia, controle interno, auditoria e conformidade e deve ser perseguido por todos os colaboradores.

Atenta à importância da disseminação desta cultura, a Assessoria Especial de Controle Interno promoveu na tarde desta quinta-feira (08/06/2017) um seminário sobre o papel da integridade no setor público. O evento buscou sensibilizar os servidores fazendários e ampliar o conhecimento sobre os valores e competências dos setores mais relacionadas ao tema, como corregedoria, controle interno, auditoria e ouvidoria.

Francisco Bessa, Assessor Especial de Controle Interno do Ministério da Fazenda, fez uma analogia para reforçar a importância de toda a organização e de cada colaborador conhecer a fundo o tema e trabalhar em conjunto na sua incorporação a todas as rotinas de trabalho. "Nenhum setor pode ser o restaurante do Titanic, ou seja, oferecer o jantar mais refinado, em um ambiente elegante, impecável, quando o navio estava afundando. De que adianta um setor nosso ser o restaurante do Titanic? Nada. É preciso trabalho em conjunto e harmonia."

O PMIMF

A Subsecretária de Gestão Estratégica do Ministério da Fazenda, Julieta Verleun, ressaltou os princípios norteadores do Programa de Modernização e Integração do Ministério da Fazenda – PMIMF que estão alinhados ao valor da integridade da administração pública:  construção coletiva, transparência, feedback contínuo, padronização de conceitos e disseminação de melhores práticas em gestão (de TI, Riscos, Pessoas, Infraestrutura, processos, projetos e custos).

A frente de riscos é uma dos pilares de sustentação da estratégia de longo prazo e está alicerçada na Integridade como valor a ser perseguido, lembrou a subsecretária. “É nesse contexto que o PMIMF está empreendendo um esforço maior no sentido de envolver as partes interessadas, construir metodologias (ou adaptar as já existentes) de mitigação de riscos para os negócios fazendários como um todo de forma a integrar a gestão de riscos e controles às nossas rotinas administrativas”.

Destacou ainda que “O trio Missão-Visão-Valores é muito útil para definir a orientação estratégica de uma organização, independentemente de seu porte ou características específicas,”, conforme preconiza a CGU.

A subsecretária destacou também a importância de todos os servidores conhecerem o Guia de Integridade Pública, do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Para Verleun, a integridade é um conceito fundamental, porque atua para evitar que a instituição e seus servidores se desviem de sua missão, que é prestar o melhor serviço a sociedade, combatendo desvios de conduta e atos de corrupção. 

Acesse o guia aqui e fique por dentro do assunto.

Leonardo Sultani, Superintendente de Planejamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), é membro do Comitê de Gestão de Riscos do PMIMF e acredita que iniciativas como essa são fundamentais para trocar informações e aprender com a experiência dos outros órgãos. "Acho que espaços de aprendizado e debate colaboram para o fortalecimento da nossa governança e facilitam o conhecimento de marcos legais e de muitas fontes de informação", destacou.

As apresentações podem ser acessadas no link: apresentações do seminário "Integridade Pública: discussões iniciais" dos seminaristas Hevellyn Abres, Renato Capanema e Rodrigo Fontenelle

Fonte: ACS/GMF