Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > Outubro > Estoque da dívida pública tem redução de 0,16% em setembro e totaliza R$ 3,779 trilhões

Notícias

Estoque da dívida pública tem redução de 0,16% em setembro e totaliza R$ 3,779 trilhões

Dívida pública federal

Tesouro Direto superou marca de 2,66 milhões de investidores; foram 60,04% de expansão nos últimos 12 meses
publicado: 26/10/2018 13h05 última modificação: 31/10/2018 13h31
Gustavo Raniere/MF

O estoque da Dívida Pública Federal apresentou diminuição nominal de 0,16%, passando de R$ 3,786 trilhões, em agosto, para R$ 3,779 trilhões, em setembro. A variação deveu-se ao resgate líquido, no valor de R$ 26,73 bilhões, descontado parcialmente pela apropriação positiva de juros, no valor de R$ 20,55 bilhões. Os números de setembro foram divulgados nesta sexta-feira (26) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

Emissões e resgates

No mês de setembro, as emissões da Dívida Pública Federal corresponderam a R$ 57,64 bilhões, enquanto os resgates alcançaram R$ 84,37 bilhões, resultando em resgate líquido de R$ 26,73 bilhões — sendo R$ 27,77 bilhões referentes à emissão líquida da Dívida Pública Mobiliária Federal interna - DPMFi e R$ 45 milhões ao resgate líquido da Dívida Pública Federal externa - DPFe.

Programa Tesouro Direto

As emissões do Tesouro Direto em setembro atingiram R$ 1,761 bilhão, enquanto os resgates corresponderam a R$ 921,92 milhões, o que resultou em emissão líquida de R$ 839,29 milhões. O título mais demandado pelos investidores foi o Tesouro Selic, que respondeu por 40,82% do montante vendido.

O estoque do Tesouro Direto alcançou R$ 51,599 bilhões, o que representa um aumento de 2,32% em relação ao mês anterior.

Pelo terceiro mês consecutivo, o Tesouro Direto alcançou o maior número de adesões em um único mês da série histórica, com 133.877 novos investidores cadastrados no Tesouro Direto apenas em setembro de 2018.  O total de investidores cadastrados alcançou 2,661 milhões, o que representa aumento de 60,04% em relação a setembro de 2017.

O número de novos investidores ativos é o maior de toda a série histórica, com 31.911 novos investidores ativos no mês.  O número total de investidores ativos também é o maior de toda a série histórica — sendo 697 mil investidores ativos, o que representa aumento de 28,5% em relação a setembro de 2017.

Programa Tesouro Direto

Detentores

O grupo Previdência apresentou variação positiva em seu estoque, passando de R$ 911,87 bilhões para R$ 919,90 entre agosto e setembro. A categoria Instituições Financeiras reduziu seu estoque em R$ 3,96 bilhões, passando de R$ 830,82 bilhões para R$ 826,87 bilhões. Os Fundos de Investimento diminuíram seu estoque em R$ 5,76 bilhões, alcançando R$ 948,53 bilhões em setembro.

Os  Não Residentes apresentaram queda de R$ 9,21 bilhões em seu estoque, o que reduziu a participação do grupo de 11,92% para 11,67%. O grupo Governo apresentou participação relativa de 4,20%; e o estoque das Seguradoras encerrou o mês em R$ 144,76 bilhões.

O relatório, a apresentação e as tabelas relacionadas ao Relatório Mensal da Dívida Pública Federal de setembro de 2018 estão disponíveis no endereço: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/pt/relatorio-mensal-da-divida.


Multimídia

26/10/2018 Tesouro divulga Relatório Mensal da Dívida de setembro