Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2018 > Outubro > Coaf e TCU firmam acordo de cooperação para troca de informações sobre lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos

Notícias

Coaf e TCU firmam acordo de cooperação para troca de informações sobre lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos

Cooperação técnica

Ministro da Fazenda participou da cerimônia realizada no Dia Nacional de Prevenção à Lavagem de Dinheiro
publicado: 29/10/2018 18h40 última modificação: 01/11/2018 20h09
Secom TCU

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia,  o presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), Antônio Carlos Ferreira, e o ministro-presidente do Tribunal de Contas da União, Raimundo Carneiro, participaram nesta segunda-feira (29/10) da cerimônia de assinatura de Acordo de Cooperação Técnica entre o TCU e o COAF. 

O acordo permitirá a troca de informações entre os dois órgãos a partir do acesso das respectivas bases de dados. Desta forma, o TCU poderá ter acesso ao banco de dados do Coaf quando, por exemplo, o órgão detectar operações suspeitas de lavagem de dinheiro e o Coaf, por sua vez, terá acesso ao banco de dados do TCU em caso de suspeita de desvio de recursos públicos no âmbito da administração federal. A iniciativa permitirá a melhoria da eficiência dos atuais mecanismos de controle dos dois órgãos e, assim, permitir aos mesmos acionarem os canais competentes de investigação de forma mais célere. 

Prevenção à Lavagem de Dinheiro

Cabe lembrar que COAF, em conjunto com outras instituições brasileiras e internacionais, comemora hoje, 29 de outubro, o Dia Nacional de Prevenção à Lavagem de Dinheiro. O objetivo é articular os setores público e privado e a sociedade civil para construir uma cultura contra a lavagem de dinheiro, por meio da mobilização e conscientização de todos que esse crime acoberta outros como o tráfico de pessoas, de armas e de drogas, a extorsão, a corrupção e o terrorismo.

Os pilares da prevenção à lavagem de dinheiro são: ações integradas e coordenadas dos órgãos de Estado; cooperação internacional; Parceria Público-Privada; e engajamento dos setores econômicos.