Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Maio > eSocial atualiza certificado de segurança

Notícias

eSocial atualiza certificado de segurança

Segurança de informação

Medida é necessária para todos os sites oficiais que possuem camada adicional de segurança
publicado: 31/05/2017 20h03 última modificação: 05/06/2017 17h19

O portal eSocial e outros sites oficiais do governo federal estão sendo atualizados com novos certificados digitais que permitem a transmissão de dados por meio de uma conexão criptografada, que é aquela capaz de verificar a autenticidade do servidor e do cliente. O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) esclarece que todos os sites que contam com uma camada adicional de segurança sobre o protocolo HTTP, o chamado HTTPS, possuem esse certificado, que precisam ser periodicamente atualizados.

É esse procedimento que está dificultando o acesso de usuários ao eSocial e a  outros sites oficiais do governo brasileiro nesta terça-feira (31/05). A atualização segue um cronograma do Serpro e as medidas de resolução do problema estão sendo tomadas para regularizar o acesso o mais rápido possível. Apenas usuários com navegadores muito antigos precisarão atualizá-los.

Erro eSocialQual o impacto da mudança?

De acordo com Ronaldo Miranda, analista em Certificação Digital no Serpro, a partir desta terça-feira, todos os cidadãos que acessarem o portal sem a nova cadeia de certificados da ICP-Brasil receberão alertas de segurança nos navegadores, indicando que o certificado do Serpro não é reconhecido e que pode se tratar de uma página insegura.

"Os internautas não precisam se preocupar com a mensagem. O portal gerenciado pelo Serpro sempre foi e continuará seguro para o acesso. Basta seguir as instruções disponíveis no site do ITI em http://iti.gov.br/icp-brasil/navegadores para instalação da nova cadeia da ICP-Brasil", explica.

Alternativamente, o usuário pode seguir os passos do alerta do navegador e adicionar uma exceção de segurança para o portal do eSocial. Dessa forma, o acesso será normalizado e o alerta não mais será exibido.

Por que o alerta é exibido? 

Ronaldo informa que os certificados utilizados pelo Serpro e pelo governo federal atendem aos normativos do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), autarquia federal que tem por missão manter e executar as políticas da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Entretanto, os navegadores comerciais não possuem acordo com a ICP-Brasil e por isso o certificado não é reconhecido por eles, ativando o alerta de segurança.

"A escolha pela ICP-Brasil não é ao acaso", acrescenta o analista. "Somente por meio dela é que as transações feitas por meio de certificados digitais ganham validade jurídica no país". Na prática, o certificado digital ICP-Brasil funciona como uma identidade virtual para pessoas, empresas e portais, permitindo a identificação segura e inequívoca do autor de uma mensagem ou transação feita em meios eletrônicos.

 Quais foram as medidas tomadas pelo eSocial para diminuir o impacto dos usuários?

A atualização dos certificados não é exclusiva do eSocial. Todos os sites do Governo Federal foram ou serão impactados pela mudança, tão logo sejam feitas atualizações nos seus certificados.

Também não está relacionada com a implantação do novo Portal no padrão IDG, ocorrida no início de maio.

A atualização do certificado está sendo feita de maneira a não dificultar o usuário a realizar a emissão da Guia de Pagamento, o DAE. Apenas usuários que utilizam navegadores em versões muito antigas e desatualizadas deverão necessariamente providenciar a instalação dos novos certificados no site do ITI. Os demais conseguirão acessar o eSocial normalmente.

Caso a mensagem de erro seja exibida, o usuário terá duas opções: atualizar seu navegador, com a instalação dos novos certificados ou adicionar a exceção de segurança.

Fonte: Portal eSocial e Serpro