Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Fevereiro > Meirelles: Dados de dezembro indicam recuperação do crescimento econômico

Notícias

Meirelles: Dados de dezembro indicam recuperação do crescimento econômico

Ministro ressalta recuperação dos índices de confiança dos empresários e dos consumidores
publicado: 06/02/2017 19h34 última modificação: 06/02/2017 19h52
Arquivo: Geraldo Magela/Agência Senado

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta segunda-feira (06/02) que indicadores do final do ano passado de diversos segmentos sinalizam para o início da trajetória de crescimento do país.

“Os dados do mês de dezembro já indicam isso, uma recuperação muito forte da indústria automobilística naquele mês, do pedágio de transporte pesado e também a produção de papel ondulado. A nossa expectativa é que, de fato, o Brasil já inicie uma trajetória de crescimento”, comentou o ministro após participar da cerimônia de anúncio de novas medidas para o Programa Minha Casa Minha Vida.

Meirelles citou que a  produção automobilística cai um pouco em janeiro em relação a dezembro, “o que é absolutamente natural”, mas mantém um crescimento importante sobre janeiro do ano passado. O ministro ressaltou a recuperação dos índices de confiança. “A confiança está em elevação, não só  a empresarial como a do consumidor, portanto a nossa expectativa é de um crescimento forte durante o ano de 2017, porém saindo de uma base muito baixa”, enfatizou.

O ministro reafirmou que a melhor maneira para medir esse crescimento é comparar o final de 2017 com o final de 2016. “Esperamos um crescimento superior a 2% entre o último trimestre de 2017 sobre o último trimestre de 2016”.

Medidas

Ele ainda afirmou que, no novo conjunto de medidas a serem anunciadas pelo governo para melhorar a produtividade da economia, constam ações para simplificar o pagamento de tributos pelas empresas. 

O foco, segundo Mereilles, é a reformulação de normas, de regulamentos da Receita Federal e de sistemas eletrônicos de maneira que o pagamento de impostos possa ser feito de uma forma racional, simples e rápida. “Hoje as empresas despendem recursos humanos e técnicos importantes simplesmente para conseguir pagar os impostos corretamente”, observou o ministro.

Meirelles acrescentou que o governo também trabalha em iniciativas de simplificação visando racionalizar a estrutura tributária do país. Nesse caso, ponderou, tratar-se de uma ação de longo prazo.  “Esse é um projeto de um prazo maior, mas certamente muito importante, tal qual outros projetos que antes eram julgados quase impossíveis, como, por exemplo, a questão do teto dos gastos, nós vamos enfrentar e temos certeza que será bem-sucedido”.


Multimídia

registrado em: