Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Março > Fazenda realiza reunião inaugural do 5º Ciclo de Planejamento Estratégico

Notícias

Fazenda realiza reunião inaugural do 5º Ciclo de Planejamento Estratégico

Em mensagem em vídeo, ministro afirmou que ministério possui capital humano para fazer frente aos desafios impostos pelo atual cenário
publicado: 30/03/2016 16h07 última modificação: 18/04/2016 11h50

O Ministério da Fazenda promoveu nesta quarta-feira (30), no auditório do edifício-sede, a reunião inaugural do 5º Ciclo do Programa de Modernização Integrada, o PMIMF. O programa contempla um conjunto de ações visando a modernização da gestão e a elevação da eficiência das ações do ministério em prol da sociedade. 

Em mensagem em vídeo exibida aos servidores na abertura da reunião, o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou que a melhora da gestão é essencial para qualquer governo. “É uma atividade de Estado”, pontuou, completando que sua execução é importante independente do contexto político ou econômico. 

Barbosa afirmou que o atual cenário econômico impõe um desafio ao planejamento estratégico. “Neste momento específico, em que nós estamos enfrentando talvez um dos maiores desafios econômicos dos últimos cem anos, é vital que o Ministério da Fazenda responda à altura do seu servidor”. 

O ministro destacou ainda a qualidade e capacitação técnica do corpo técnico do Ministério. “Somos conhecidos por todo o governo por ter uma grande eficiência técnica. De nós, é esperado muito. Está na hora de nós atendermos a essa expectativa, sermos capazes de formular as políticas que o Brasil precisa e, principalmente, implementar as políticas que o Brasil precisa”. 

Vídeo: Confira a mensagem do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, na íntegra.

O secretário-executivo, Dyogo Oliveira, ressaltou, em discurso lido pela subsecretária de Gestão Estratégica, Juliêta Verleun, o importante papel desempenhado pelo ministério na indução e implementação de políticas públicas. 

“Queremos investir na transparência das ações e no diálogo”, afirmou. Para Oliveira, é essencial investir na transparência à sociedade para além das recomendações dos órgãos de fiscalização. 

Juliêta Verleun destacou que as mudanças implementadas no âmbito do PMIMF são importantes e significativas. Ponderou que, do ponto de vista da governança, ainda “há muito trabalho pela frente”, mas que o Ministério da Fazenda tem investido esforços em sua execução. 

“Carf não ficou parado”

O presidente do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), Carlos Alberto Barreto, que foi palestrante do evento, disse que o planejamento estratégico tem sido fundamental para a atuação do órgão.

 Ele explicou que a unificação do Carf, em 2009, possibilitou, em um primeiro momento, a racionalização de recursos humanos, orçamentários e tecnológicos. “Contudo, com o crescimento das demandas das instituições veio a necessidade de uma modernização de sua estrutura”. 

Em 2015, o Carf reformulou sua estrutura e, com a publicação de um novo regimento interno, foi possível garantir maior eficiência dos processos. Barreto ressaltou que durante a suspensão das sessões de julgamento, o Carf não ficou parado. “Trabalhamos bastante, principalmente para sanar as pendências que existiam”, disse. 

Dentre elas, destacou a atuação intensa no exame de admissibilidade e formulação de acórdãos de processos já julgados. “Reduzimos de 15 mil a 1,5 mil a quantidade de processos em fase de exame de admissibilidade”. 

Barreto afirmou que o Carf está em constante busca de melhoria de sua gestão, o que inclui a certificação de seus processos. “Continuamos em busca de aperfeiçoamentos. Estamos em um bom caminho, que tem sido facilitado no âmbito do PMIMF”, concluiu. 

Sobre o programa 

O PMIMF é desenhado a cada ano, com programação de médio e longo prazos e abrange 16 órgãos do Ministério da Fazenda. Está estruturado em sete frentes de trabalho paralelas e simultâneas (planejamento estratégico, inovação, pessoas, TI, infraestrutura, segurança e risco e custos). 

Mais informações sobre o programa podem ser obtidas em http://www.pmimf.fazenda.gov.br/