Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Abril > Receita arrecadou 95.779 milhões em março de 2016

Notícias

Receita arrecadou 95.779 milhões em março de 2016

Arrecadação

Resultado da arrecadação foi divulgado hoje
publicado: 19/04/2016 19h00 última modificação: 25/04/2016 09h25

A arrecadação total das receitas federais atingiu, em março de 2016, o valor de R$95.779 milhões, registrando uma redução real (IPCA) de 6,96% em relação a março de 2015. O desempenho da arrecadação das receitas administradas pela RFB, no período de janeiro a março de 2016, em relação a igual período de 2015, encerrou com uma variação real acumulada, atualizado pelo IPCA, de - 8,19%.

Quanto às Receitas Administradas pela RFB, o valor arrecadado foi de R$ 94.536 milhões, que corresponde a uma variação real (IPCA) de - 6,58% em relação a março de 2015, enquanto que no período acumulado, até março de 2016, tal valor chegou a R$ 307.343 milhões, representando uma redução real (IPCA) de 7,53%.

Destaca-se que o mês de março é o último mês do ajuste do Imposto de Renda e da CSLL pelas empresas optantes da sistemática da estimativa mensal. Em relação ao período de janeiro a março de 2015 houve redução, pelo IPCA, de 10,66%, no valor arrecadado a título de ajuste, referente aos balanços encerrados em dezembro de 2015.

Além dos fatores acima, ressalta-se que o resultado da arrecadação decorreu,fundamentalmente, do desempenho da economia, evidenciado pelo comportamento dos principais indicadores macroeconômicos que afetam, diretamente, a arrecadação dos principais tributos.

Segundo Claudemir Malaquias, chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros, "a arrecadação do mês de março foi impactada pelo cenário econômico desfavorável. Os indicadores macroeconômicos sinalizam o fraco desempenho da economia com destaque para a queda da atividade industrial e pela retração das vendas do varejo. A redução dos postos de trabalho com a consequente queda da massa salarial impactou negativamente na arrecadação da contribuição previdenciária."

Acesse o relatório de arrecadação aqui.