Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2015 > Dezembro > Encontro marca o relançamento do Diálogo Econômico e Financeiro Brasil-Estados Unidos em nível ministerial

Notícias

Encontro marca o relançamento do Diálogo Econômico e Financeiro Brasil-Estados Unidos em nível ministerial

Na ocasião, discutiram-se temas de interesse mútuo, entre os quais a conjuntura macroeconômica e desafios de política econômica nos dois países e tendências e riscos da economia global e regional
publicado: 07/12/2015 18h50 última modificação: 30/05/2016 17h10

O Ministro da Fazenda do Brasil, Joaquim Levy, e o Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jacob Lew, copresidiram nesta segunda-feira (7/12/2015) o Diálogo Econômico e Financeiro Brasil-Estados Unidos, encontro que reuniu representantes de seus ministérios, do Banco Central do Brasil e do Federal Reserve Board. Na ocasião, que marcou o relançamento do Diálogo em nível ministerial, discutiram-se temas de interesse mútuo, entre os quais a conjuntura macroeconômica e os desafios de política econômica nos dois países; tendências e riscos da economia global e regional; temas econômicos globais, incluindo aqueles relativos ao G-20 e à arquitetura financeira internacional.

As duas partes discutiram também as recentes medidas tomadas pelo Governo Federal para aumentar o financiamento privado em infraestrutura no Brasil, incluindo um aumento nos limites para investimentos em debêntures de infraestrutura (project bonds) pelos fundos de pensão e as seguradoras no Brasil. Também discutiu-se a colaboração com o Banco Mundial, o Banco Interamericano de Desenvolvimento e a Linha de Financiamento de Infraestrutura Global (Global Infrastructure Facility - GIF) com vistas a fortalecer a preparação de um conjunto de projetos a serem financiados e a apoiar o desenvolvimento de novos instrumentos financeiros.

O Brasil apresentou o projeto que trata do Regime Especial de Regularização Cambial e Tributária – RERCT de bens não declarados, de origem lícita, mantidos no exterior por residentes e domiciliados no País, ora em exame pelo Congresso Nacional. Nesse contexto, Brasil e Estados Unidos também reafirmaram seu compromisso de trabalhar para a implementação do BEPS OCDE/G-20 (Base Erosion and Profit Sharing) e de medidas de cooperação internacional que aumentem a eficiência do sistema tributário.

Os dois lados consideraram o intercâmbio de experiências profícuo e construtivo, e reafirmaram seu compromisso de avançar no fortalecimento da cooperação bilateral.

O Diálogo Econômico e Financeiro é um canal regular para o intercâmbio de informações econômicas e financeiras que visa a ampliar a compreensão das partes sobre os temas de interesse comum e a fortalecer a cooperação entre o Ministério da Fazenda do Brasil e o Tesouro dos Estados Unidos.