Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2013 > maio > Receita Federal: Operação martelo desmonta esquema de fraudes em licitações públicas nos estados do Amazonas e Rondonia

General

Receita Federal: Operação martelo desmonta esquema de fraudes em licitações públicas nos estados do Amazonas e Rondonia

publicado: 07/05/2013 17h30 última modificação: 26/05/2015 16h49

A Policia Federal e Receita Federal do Brasil (RFB) deflagraram hoje (07) a “Operação MARTELO”, com o objetivo de combater organizações criminosas suspeitas de cometer fraudes em licitações, corrupção de servidores públicos e desvio de recursos públicos.

As ações ocorrem simultaneamente nos municípios de Manaus e Parintins, no estado do Amazonas  e Porto Velho, estado de Rondônia. se que os valores das fraudes superam o montante de R$ 40milhões,  envolvendo licitações e contratos públicos suspeitos de irregularidades.

Realizada conjuntamente pela Polícia Federal, Controladoria Geral União (CGU) e Receita Federal, a investigação apura indícios de prática de diversos crimes, tais como fraudes a licitações públicas, corrupção ativa e passiva, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e enriquecimento ilícito, supostamente cometidos pelos investigados.

São cumpridos 07(sete) mandados de prisão temporária, 30 (trinta) mandados de busca e apreensão nas empresas e residências dos suspeitos, 19(dezenove) mandados de sequestro de bens móveis e 03(três) mandados de sequestro de bens imóveis.

Participam da operação 20 servidores da Receita Federal,  cerca de 150 policiais federais e 16 servidores da CGU.

A operação foi denominada MARTELO em alusão ao instrumento de trabalho de leiloeiros e pregoeiros, visto que os crimes investigados envolvem licitações públicas.

A entrevista coletiva será às 15horas na Superintendência da Polícia Federal em Manaus, com participação de representante da Receita Federal, onde serão repassadas outras informações relativas à operação.