Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2013 > junho > "Crescimento saudável se faz puxado por investimentos", diz Mantega

General

"Crescimento saudável se faz puxado por investimentos", diz Mantega

Ministro ressalta necessidade de investimentos em infraestrutura no país
publicado: 26/06/2013 15h10 última modificação: 26/05/2015 16h49

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nessa quarta-feira (26) que o crescimento da economia brasileira está se acelerando, tendo como base o aumento dos investimentos. "Um crescimento saudável se faz puxado pelos investimentos", afirmou o ministro, durante audiência pública na Câmara dos Deputados. Mantega citou a taxa de crescimento de 4,6% nos investimentos no país no primeiro trimestre deste ano - que anualizado chega a uma taxa de 20% - como um exemplo da retomada sustentável da economia do país. 

Mantega comentou as iniciativas do governo para reforçar os investimentos. Uma delas é um programa da ordem de quase R$ 500 bilhões, que se soma ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O programa investirá em áreas como ferrovias, rodovias, portos, aeroportos, setor elétrico, gás, petróleo, entre outros. "O Brasil tem um atraso em infraestrutura e temos que recuperar esse cenário fazendo grandes investimentos. Isso vai dar um forte dinamismo na economia", afirmou o ministro. “A partir desses estímulos, a economia brasileira está se recuperando”, ressaltou. 

Investimento estrangeiro 

Durante a audiência pública, o ministro da Fazenda fez uma avaliação dos impactos das mudanças no cenário econômico mundial na economia brasileira como, por exemplo, a sinalização do FED (Banco Central americano) de que reduzirá os estímulos econômicos gradualmente, o que já está se refletindo nas taxas de câmbio dos países.  Apesar dos efeitos da crise mundial, o ministro ressaltou que os investidores estrangeiros continuam se mostrando interessados no Brasil.

Ele destacou que o Brasil foi o quarto país que mais recebeu investimentos estrangeiros diretos no ano passado e, em 2013, até abril, esse montante chegou a US$ 64 bilhões. Mantega lembrou, ainda, que o país fez recentemente uma das maiores ofertas públicas de ações do mundo, do BB Seguridade, e comentou a captação recorde da Petrobras, de cerca de US$ 11 bilhões.