Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2013 > fevereiro > Nelson Barbosa apresenta projeto para desestatizar o IRB

General

Nelson Barbosa apresenta projeto para desestatizar o IRB

A expectativa é que em março o projeto seja aprovado no Congresso
publicado: 05/02/2013 12h00 última modificação: 26/05/2015 16h49

O Secretário-Executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, informou que o governo estuda mudanças na taxação dos fundos DI (Certificados de Depósitos Interbancários).

“O Governo estuda há dez anos propostas no mercado de capitais e isto tem sido uma preocupação frequente do governo e de alguns agentes do mercado financeiro, sobre desindexação do mercado à taxa de curto prazo”.

Parte dessa discussão envolve se é necessário e se é aconselhável fazer alguma espécie de estímulo ou penalização sobre o Fundo de Investimento para promover uma menor indexação desse Fundo.

Barbosa explicou que uma das características do longo prazo é o período que o cotista tem quando participa do fundo. “Se o investidor deixa lá seis meses ele paga 2,5%, se deixa um ano, ele paga 17% e se aquele fundo sempre foi em DI, e se deixou dois anos a aplicação dele é de curto prazo”.

De acordo com o secretário, o que foi sugerido por agentes de mercado é uma mudança na tributação de acordo com o perfil de aplicação no fundo, não quanto tempo a aplicação permanece no fundo: “não tem mudança iminente e quando for decidido será anunciada com prazo de adaptação para o mercado”.