Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2013 > agosto > Para Mantega, resultado de julho confirma controle sobre a inflação

General

Para Mantega, resultado de julho confirma controle sobre a inflação

Ministro citou queda no preço da cesta básica em dezoito capitais
publicado: 07/08/2013 13h00 última modificação: 26/05/2015 16h49

O Ministro da Fazenda, Guido Mantega, avaliou como muito bom o resultado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que ficou em 0,03% em julho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “Estamos vendo que a inflação baixou mesmo. Ontem, a cesta básica caiu ao seu menor nível em muito tempo e, hoje, o IPCA ficou próximo de zero”.

Para o ministro, esses resultados positivos mostram que o governo sempre teve controle sobre a inflação. “A inflação sempre esteve sob controle e, agora, ela voltou ao patamar normal para esta época do ano”.

Mantega ainda ressaltou que a inflação apresenta sazonalidade normal e ela voltará a subir um pouco nos próximos meses, como acontece todo ano. “ Já estou antecipando, antes que alguém diga que a inflação irá voltar. A inflação tem uma sazonalidade e um comportamento normal agora no País”, explicou.

O IPCA mede a inflação oficial do país. O índice desacelerou de 0,26% em junho para 0,03% em julho. De acordo com o IBGE, foi o resultado mais baixo desde julho de 2010 (0,01%), quando o IPCA também havia se aproximado da estabilidade. No acumulado do ano, a inflação oficial está em 3,18% e, em 12 meses, em 6,27%.

Crescimento

Questionado sobre o crescimento da economia, o ministro ressaltou que a atividade econômica no segundo trimestre deverá ser superior à atividade registrada no primeiro trimestre. "A atividade econômica foi bem no 2º trimestre, com crescimento da indústria, cujo resultado nós já conhecemos e um grande crescimento na agricultura. Ainda não sabemos o resultado do setor de serviços, mas certamente será maior do que no 1º trimestre", disse Mantega.

O ministro acrescentou que a criação de novos postos de trabalho está acontecendo e que as empresas tiveram um lucro um pouco maior no 2º trimestre. "A arrecadação do imposto de renda está aumentando. Por isso, eu diria que as coisas estão indo bem", completou.