Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2011 > outubro > OPERAÇÃO RODOLEIRO - Receita Federal e Polícia Federal realizam operação para coibir fraudes nas restituições de servidores do Tribunal de Contas de Alagoas

General

OPERAÇÃO RODOLEIRO - Receita Federal e Polícia Federal realizam operação para coibir fraudes nas restituições de servidores do Tribunal de Contas de Alagoas

publicado: 20/10/2011 00h00 última modificação: 26/05/2015 16h50
Notícias

20/10/2011

Contas de Alagoas 

A Receita Federal e a Polícia Federal realizam a Operação “RODOLEIRO” contra fraudes na restituição de imposto de renda de servidores públicos e o desvio de recursos da folha de pagamentos do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas.

Estão sendo cumpridos hoje (20/10) doze mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão, expedidos pela 2ª Vara Federal de Alagoas.

As buscas abrangem residências e estabelecimentos comerciais nas cidades de Maceió, Barra de Santo Antônio e Atalaia, no Estado de Alagoas, e contam com a participação de 29 servidores da Receita Federal e 90 servidores da Polícia Federal.

Durante as investigações verificou-se a existência de fraudes nas restituições de imposto de renda de servidores do Tribunal de Contas de Alagoas, mediante a elevação indevida do imposto de renda retido na fonte – IRRF.

As investigações também apontam para o desvio de recursos públicos da folha de pagamentos do Tribunal de Contas de Alagoas. Nos últimos dois anos as despesas com pessoal foram superiores aos valores informados à Receita Federal em mais de R$ 30 milhões.

A operação foi batizada de “Rodoleiro” por existir a suspeita de lavagem de dinheiro por parte do grupo investigado utilizando a criação de cavalos de raça, sendo rodoleiro o nome de um tipo de carrapato que ataca principalmente a criação de equinos.

A Receita Federal e Polícia Federal concederão entrevista coletiva conjunta às 10:30 horas na Superintendência da Polícia Federal de Alagoas.

 Fonte: Assessoria de Comunicação Social - Ascom RFB