Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2011 > agosto > Brasil poderá enfrentar nova crise ‘com o mínimo de danos

General

Brasil poderá enfrentar nova crise ‘com o mínimo de danos

publicado: 04/08/2011 00h00 última modificação: 26/05/2015 16h50
Conteúdo multimídia

04/08/2011
CÂmbio

Brasil poderá enfrentar nova crise ‘com o mínimo de danos'
Recuo nas bolsas é reflexo do agravamento da crise externa, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, nesta quinta-feira (4/8), não acreditar em overshooting (disparada) do dólar, a partir do agravamento da crise econômica em países da Europa e nos Estados Unidos e da queda nas bolsas de valores em todo o mundo. “Não acredito em overshooting, acredito em uma flutuação relativa do câmbio”, declarou há pouco, ao deixar a sede do Ministério.

 Mantega disse que a valorização da moeda norte-americana– cotada hoje a R$ 1,58 – é natural.  “Não sabemos qual é a reação do mercado, porque, no passado, a gente já sabia. Era a fuga para a segurança. Hoje, eu pergunto. Onde está a segurança?“, disse o titular da Fazenda. 

Na análise do ministro, o recuo nas bolsas, nesta quinta-feira, é conseqüência direta do agravamento na situação econômica internacional. “Isso reflete o enfraquecimento dos Estados Unidos e a situação europeia, que não está sendo resolvida”, avaliou, acrescentando que o Brasil nunca esteve tão bem preparado para as consequências dessa ou de uma nova crise mundial.

‘“Hoje, não só temos mais reservas, temos os instrumentos que criamos na crise de 2008, estão todos ativos, poderão ser implementados a qualquer momento”, avisou.  Para Mantega, é preciso ficar alerta, preparando-se para possíveis quedas na bolsa, no comércio e no crédito. No entanto, garantiu que o Brasil enfrentará uma nova crise “com o mínimo de danos para a economia“.  

Unasul  

Guido Mantega embarcou, esta tarde, para Lima (Peru), onde participará da reunião de ministros da Economia e Finanças da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), nesta sexta-feira (5/8). A pauta do encontro terá como foco os riscos da crise internacional para a América Latina.

Segundo o ministro, será discutida a criação de mecanismos de defesa em casos de fuga de capital; além da definição de estratégias comuns para proteger mercados dos países da região. “É uma agenda latino-americana muito importante para nós, principalmente num momento de agravamento da crise financeira internacional”, declarou.  

Arquivo de áudio.Download do áudio com os Comentários do ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Duração: 02m51s
Formato: MP3
Tamanho:
334 Kb
Taxa de bits: 
16 kbps
Acervo: Ministério da Fazenda
Status
: Áudio sem edição