Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2009 > dezembro > Brasil anuncia reabertura de bônus em dólares

General

Brasil anuncia reabertura de bônus em dólares

publicado: 14/12/2009 23h00 última modificação: 26/05/2015 16h50
Notícias

15/12/2009

Brasil anuncia reabertura de bônus em dólares

Brasília. O Tesouro Nacional anunciou hoje a reabertura do bônus da República denominado GLOBAL 2019 N, com vencimento em 15 de janeiro de 2019, nos mercados europeu e norte-americano, no valor de US$ 500 milhões. O título, com cupom de juros de 5,875% a.a., foi emitido com spread de 113,9 pontos-base acima do Treasury (título do Tesouro americano) com vencimento em novembro de 2019. A emissão, liderada pelos bancos Goldman, Sachs & Co. e Morgan Stanley & Co. Incorporated, foi colocada ao preço de 108,204% do seu valor de face, resultando em taxa de retorno para o investidor de 4,75% a.a.. A liquidação financeira ocorrerá em 22.12.2009 e os cupons serão pagos nos dias 15 de janeiro e 15 de julho de cada ano, até o vencimento em 15.01.2019.

O Tesouro Nacional conta com a prerrogativa de dar seguimento à
operação no mercado asiático, com emissão adicional de até US$ 25 milhões, a
preço maior ou igual ao obtido na oferta nos mercados europeu e norteamericano.
O anúncio da decisão do Tesouro Nacional sobre a emissão na Ásia ocorrerá oportunamente. O valor total atingido pela emissão será anunciado depois de concluída a eventual oferta no mercado asiático.

15 de dezembro de 2009.

Essa comunicação não constitui oferta para vender ou solicitação de oferta para comprar, nem haverá qualquer venda de títulos referenciada nessa comunicação em qualquer Estado ou jurisdição na qual tal oferta, solicitação ou venda seria considerada ilegal se emitida antes do devido registro ou qualificação sob as leis que regulamentam a emissão de títulos de quaisquer dos referidos Estado ou jurisdição. Qualquer oferta pública de bônus globais a ser feita nos
Estados Unidos será executada por meio de um suplemento ao prospecto do Brasil contido em sua declaração de registro firmada junto a SEC – Securities and Exchange Commission - e que contém informação detalhada sobre o Brasil e os bônus globais.

 

Fonte: Secretaria do Tesouro Nacional - STN