Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

CMN aprova alocação de R$ 10 bilhões adicionais para o Programa de Sustentação do Investimento

Conselho também aprovou ajustes na aplicação de recursos por fundos de previdência

31/10/2013

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quinta-feira (31) duas medidas no âmbito do Ministério da Fazenda. Em um dos votos, o conselho aprovou a ampliação do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) em R$ 10 bilhões, recursos que já estavam previstos na lei 12.8873, sancionada no dia 24 de outubro.  O assessor econômico do Ministério da Fazenda, Bruno Leal, informou que o CMN também definiu a distribuição dos recursos entre os subprogramas do PSI. “A motivação foi manter o incentivo à expansão da indústria nacional”, afirmou Leal.

A segunda medida aprovada pelo CMN definiu mudanças na aplicação de recursos dos fundos fechados de previdência. Segundo o coordenador-geral de Seguros e Previdência Complementar, Flávio Girão Guimarães, uma das principais mudanças foi a permissão (até o limite de 10% dos recursos de cada plano de benefício) de aquisição de cotas de fundos de investimento classificados como dívida externa no segmento investimentos no exterior.
 

Arquivos para Download:

Veja o resumo dos votos do CMN

Fonte Assessoria de Comunicação Social - ACS

Ações do documento