Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Atuação internacional > Cooperação internacional > Banco Asiático de Investimentos em Infraestrutura

Banco Asiático de Investimentos em Infraestrutura

publicado 03/05/2018 18h44, última modificação 03/05/2018 18h44
Preenchendo as lacunas no financiamento de infraestrutura na Ásia

O Acordo Constitutivo do Banco de Investimentos e Infraestrutura da Ásia – AIIB foi assinado pelo Brasil, juntamente com 49 outros países, em 29 de junho de 2015. Desse modo, o País será considerado um dos membros fundadores do Banco. Todos os membros dos BRICS serão fundadores do AIIB (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), assim como parceiros extrarregionais, como Reino Unido, França, Alemanha, Itália, e Austrália.

A sede do AIIB localiza-se em Pequim, China, e possui capital inicial de US$100 bilhões. Os membros regionais terão aproximadamente 75% das ações.

Os principais objetivos do AIIB são  promover o investimento nas regiões da Ásia e Oceania, em particular no desenvolvimento em infraestrutura e em setores produtivos; financiar projetos que promovam o crescimento econômico, em especial de países menos desenvolvidos; fomentar o investimento privado em projetos de infraestrutura ; e promover a interconexão e integração econômica.  O Banco pode financiar projetos em países fora da região, mas a iniciativa deverá produzir benefícios significativos para a Ásia, como a conectividade física e o comércio com a Ásia, projetos que promovam 'bens globais', ou projetos que gerem benefícios de desenvolvimento sustentável 'próximos' (em termos geográficos) da Ásia.

A Secretaria de Assuntos Internacionais – SAIN é o ponto focal do Brasil para tratar do relacionamento com o AIIB.