Sabino Alves Barroso Júnior

publicado 24/04/2015 11h32, última modificação 13/06/2016 16h42
SABINO ALVES BARROSO JÚNIOR
* Serra Fria (MG) 27.04.1859 
† Belo Horizonte (MG) 15.06.1919

Ministro de Estado da Fazenda

Sabino Alves Barroso Júnior

Bacharelado pela Faculdade de Direito de São Paulo (1884). Sócio honorário do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Foi um dos fundadores da Faculdade Livre de Direito regeu a Cadeira de Direito Público e Constitucional. Logo ingressou na política em Minas Gerais.

Exerceu a pasta da Justiça e Negócios Interiores (1901-1902) e ao mesmo tempo o cargo de Ministro da Fazenda. No segundo período de sua administração na Presidência de Venceslau Brás caracterizado pela crítica situação econômico-financeira do País emitiu Letras do Tesouro conhecidas por Sabinas.

No orçamento para 1915 foi dada maior amplitude aos Impostos sobre dividendos indústrias e profissões ao imposto sobre subsídios e vencimentos que incidiu nas quantias mensais recebidas por civis e militares íncluídos o Presidente da República Senadores Deputados e Ministros de Estado para estes fixado o percentual de vinte por cento e cinco por cento sobre os salários dos operários da União.

Por motivo de saúde exonerou-se do cargo. Em 1885 foi eleito Deputado provincial tendo presidido a Assembléia em 1889; na República foi Deputado à Constituinte e Senador estadual.

Linha azul para separação/organização de conteúdo