Rivadávia da Cunha Corrêa

publicado 24/04/2015 11h32, última modificação 13/06/2016 16h45
RIVADÁVIA DA CUNHA CORRÊA
* Santana do Livramento  09.07.1866 
† Petrópolis (RJ) 09.02.1920

Ministro de Estado da Fazenda

Rivadávia da Cunha Corrêa

Bacharelado em Direito pela Faculdade de São Paulo (1887). Em 1910 ocupou o cargo de Ministro da Justiça e Interior (1910-1913). Nomeado em 1913 em caráter interino para a pasta da Fazenda passou a efetivo quando se exonerou do cargo de Ministro da Justiça e Interior.

Em face das crescentes dificuldades do comércio interno e externo utilizaram-se emissão de papel-moeda e de notas do Tesouro Nacional para pagamento de despesas e empréstimos a bônus bem como contrato de novo empréstimo com os banqueiros N. M. Rothschild and Sons de Londres. Foi Prefeito do Distrito Federal e Senador.

Na sua bibliografia destaca-se o seguinte:

- A verdade sobre a situação financeira do Brasil em 1914. Rio de Janeiro 1919.

- Relatório. Rio de Janeiro Imprensa Nacional 1914-15. /Anexo.

Linha azul para separação/organização de conteúdo