José Leopoldo de Bulhões Jardim

publicado 24/04/2015 11h32, última modificação 13/06/2016 16h43
JOSÉ LEOPOLDO DE BULHÕES JARDIM
* Goiás (GO) 25.09.1856 
† Petrópolis (RJ)  25.12.1928

Ministro de Estado da Fazenda

José Leopoldo de Bulhões Jardim

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de São Paulo. Foi Deputado em diversas legislaturas; Senador; Presidente da Associação Comercial; Presidente do Conselho de Contribuintes do Imposto de Renda. Nomeado Ministro da Fazenda em 1906 consolidou a obra de seu antecessor:

Encerraram-se os orçamentos com saldo e a massa de papel-moeda decresceu gradativamente. No primeiro período de sua administração destacaram-se:

Regulamentação do funcionamento e fiscalização das companhias estrangeiras tendo sido criada a Inspetoria de Seguros do Tesouro Nacional; reorganização da Casa da Moeda e das Delegacias Fiscais nos Estados; liquidação do Banco da República do Brasil e aprovação dos Estatutos do Banco do Brasil; novo regulamento de loterias; elaboração do projeto do Código de Contabilidade Pública.

Em 1907 assumiu a Diretoria do Banco do Brasil. Voltou a ocupar o cargo de Ministro da Fazenda em 1909 na Presidência de Nilo Peçanha. Nesse período promoveu grande reforma no Ministério e aprovou o regulamento dos concursos para ingresso no serviço fazendário.

Na sua bibliografia destaca-se o seguinte:

- Meio circulante e abolição dos escravos. Rio de Janeiro 1833.

- Relatórios do Ministro da Fazenda. Anos 1903-1906.

- Relatório. Rio de Janeiro Imprensa Nacional 1910.

Linha azul para separação/organização de conteúdo