Bernardo Pereira de Vasconcellos

publicado 03/05/2015 15h48, última modificação 14/06/2016 10h14
BERNARDO PEREIRA DE VASCONCELLOS
* Ouro Preto - MG  – 27.08.1795 
† Rio de Janeiro - RJ – 01.05.1850

Ministro de Estado da Fazenda

Bernardo Pereira de Vasconcellos

Formado em Direito pela Universidade de Coimbra (1818); Conselheiro de Estado. Nomeado Juiz de Fora de Guaratinguetá, sucessivamente em Ouro Preto e mais tarde Desembargador da Relação do Maranhão.

Assumiu a pasta da Fazenda, atendendo a convite do Regente Feijó. Na qualidade de grande realizador, executou a determinação da Constituição do Império, que mandava instituir um tribunal incumbido da administração da receita e da despesa, criando o Tribunal do Tesouro Nacional e as Tesourarias nas Províncias.

O Tribunal era presidido pelo Ministro da Fazenda.

Ainda em sua administração reorganizou-se o serviço de Tomada de Contas, destacando-se também a discriminação da receita e da despesa das Províncias. Presidente da Província de Minas Gerais em 1833, representou Minas no Senado (1838).

Foi Ministro da Justiça de 1837 a 1839 e do Império em 1840, por nove horas, para impedir a declaração de maioridade de D. Pedro II. Criou o Arquivo Nacional em 1838 e fundou o Colégio Pedro II.

Na sua bibliografia destaca-se o seguinte:

- Relatórios como Ministro de Estado, além de obras jurídicas.

Linha azul para separação/organização de conteúdo