Affonso Celso de Assis Figueiredo

publicado 03/05/2015 15h48, última modificação 09/06/2016 15h41

AFFONSO CELSO DE ASSIS FIGUEIREDO

* Ouro Preto - MG - 02.02.1836 
† Petrópolis - RJ - 21.02.1912

Ministros de Estado da Fazenda

Affonso Celso de Assis Figueiredo

Visconde de ouro Preto

Bacharelado em Direito em são Paulo; ocupou os cargos de Inspetor da Tesouraria e Procurador Fiscal da Fazenda Geral da Província. Ministro da Marinha à época da Guerra do Paraguai, prestou relevantes serviços. Nomeado, em 1879, Ministro da Fazenda, pela primeira vez, promoveu as seguintes inovações:

Plano para amortização do papel-moeda; divisão da proposta orçamentária em projetos distintos para cada Ministério; exclusividade à Tipografia Nacional para a impressão de leis, Diário Oficial e demais publicações oficiais; criação da taxa sobre transportes, conhecida como imposto do vintém, repelida pelos contribuintes, que não chegaram a pagá-la; proposta de reorganização administrativa.

Convidado, em 1889, para presidir o Conselho, assumiu, pela segunda vez, a pasta da Fazenda. Abolida a escravidão, para facilitar a organização do regime de trabalho livre, levantou-se um empréstimo interno para conceder auxílio aos lavradores. Procurou-se resolver os grandes problemas da conversão da dívida externa e a consolidação do meio circulante.

Ao ser proclamada a República, deixou o Ministério com o câmbio acima do par e uma firme política econômico-financeira. Principal redator da folha A Reforma; fundador e redator de O Progressista; colaborou com o Ensaio Filosófico e Correio Paulistano. 

Na sua bibliografia destaca-se o seguinte:

- As finanças do Império. Rio de Janeiro, 1876.

- As finanças da regeneração. Rio de Janeiro, 1877.

- Discurso pronunciado em sessão da câmara quatrienal de 18.04.1879. Rio de Janeiro, 1879.

- Proposta e relatório apresentados à Assembléia Geral Legislativa na 2ª sessão da 17ª legislatura. Rio de Janeiro, Tipografia Nacional, 1879

- Relatório (exercício de 1879-80). Rio de Janeiro, Tipografia Nacional, 1880.

Linha azul para separação/organização de conteúdo