Você está aqui: Página Inicial > Acesso à Informação > Ações e programas > PNAFM > Avisos e comunicados > 2019-2018 > Com recursos do PNAFM, São Paulo lança programa para reduzir burocracia na abertura de Empresas de baixo risco

Notícias

Com recursos do PNAFM, São Paulo lança programa para reduzir burocracia na abertura de Empresas de baixo risco

Comunicados

publicado: 22/12/2017 00h00 última modificação: 21/11/2018 13h58

O Sistema reúne órgãos municipais, estaduais e federais e ajuda a diminuir os deslocamentos. 

Abrir uma empresa é tradicionalmente, uma tarefa complicada e demorada. Coisa para mais de três meses. O programa lançado em maio tinha como meta reduzir esse prazo para menos de uma semana. O empreendedor fornece todas as informações e a documentação pela internet.

De todas as atividades econômicas da cidade, 80% são geridas por empresas consideradas de baixo risco, segundo a prefeitura de São Paulo. Mas o que é isso, exatamente?

“Empresas de baixo risco são, por exemplo, a abertura de um cabeleireiro, de uma floricultura, de um escritório de advocacia. São empresas mais simples, que não envolvem vigilância sanitária, não envolvem bombeiros, não envolvem por exemplo controle ambiental”, explica Daniel Annenberg, Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia.

Segundo dados da prefeitura de São Paulo, o sistema alcançou a média de cinco dias para abertura de empresas de baixo risco. De maio a novembro, 30 mil novos negócios já foram abertos dentro das novas regras.

 Clique no link abaixo e assista  reportagem publicada no Jornal Nacional no dia 19/12/2017

 http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/12/em-sp-empresas-de-baixo-risco-tem-programa-para-reduzir-burocracia.html 

 https://globoplay.globo.com/v/6368507/

registrado em: